• Facebook
  • Instagram
  • YouTube
  • Pinterest

Atendimento: reservas@bahiaterra.com | +55 (71) 3599-2977 | +55 (75) 3653-6017 | +55 (75) 3653-6124 | +55 (75)  3199-0207

A Baleia Jubarte passa por Morro de São Paulo entre os meses de julho e novembro. Não deixe de conferir o passeio que permite observá-las no seu habitat!

Dentre os inúmeros passeios e atrações que Morro de São Paulo disponibiliza para seus turistas, há um que sai dos padrões “vida noturna”, “eventos culturais” e curtir as praias e seus restaurantes. Entretanto, não deixa de ser uma ótima experiência.

O passeio para avistar as baleias Jubarte é algo completamente único. Durante o período de acasalamento, que abrange quase todo o segundo semestre do ano, estes mamíferos migram para as regiões tropicais.

Por este motivo, a região é muito procurada nesta época, pois como é um “fenômeno” com período certo de ocorrer, quem é adepto de ecoturismo e gosta de viagens relacionadas à vida animal ou vegetal, deve participar deste “evento”.


Baleia Jubarte passeio
Baleia Jubarte

Características das Baleias Jubarte

É um animal dócil e pode chegar a 16 metros e pesar até 40 toneladas. As nadadeiras medem 30% de seu corpo, chegando em média a cinco metros. Um detalhe interessante é que as fêmeas costumam ser maiores que os machos.

As baleias Jubarte migram para as zonas tropicais para acasalamento durante os meses de julho até novembro. No restante do ano, elas ficam na Antártida.

O único animal consumido pelas baleias Jubarte é o krill, uma espécie de camarão. Essa “dieta” ajuda a criar uma camada de gordura, que serve para manter a temperatura corporal e também como reserva energética durante o período em que fazem a migração.

A sua gestação dura cerca de 11 meses e os filhotes medem aproximadamente 4 metros e pesam uns 900 kg.

Uma característica da Jubarte que a diferencia das demais baleias é que elas utilizam um sistema de comunicação vocal.

Este animal está na lista de espécies ameaçadas de extinção do IBAMA. E segundo estimativas do próprio Instituto Baleia Jubarte, há ao todo, cerca de 25 mil no mundo. Além do trabalho protetivo da organização, eles coletam dados científicos.

Ainda segundo o instituto, é muito comum que as Baleias Jubarte encalhem no litoral do Brasil, algo que ocorre todos os anos. Os biólogos e veterinários afirmam que dois fatores influenciam principalmente para isso.

O primeiro é o surgimento de bactérias, que causam doenças. O outro, que está crescendo de forma exponencial, é a diminuição de alimentos no continente antártico, por causa do aquecimento global.


Passeio de Observacao Baleia Jubarte
Passeio de Observação - Baleia Jubarte

Passeio para avistar a baleia Jubarte

Enfim, vamos aos detalhes de como funciona este “espetáculo”. Os passeios são acompanhados pelo Instituto Baleia Jubarte, para observar a conduta dos turistas e coibir qualquer conduta inapropriada.

A primeira norma passada aos turistas, é que durante o passeio, deve-se observar as baleias com uma distância mínima de 50 metros, assim todos ficam em segurança. Quando uma baleia Jubarte avista uma situação de perigo, consegue atingir até 27 km/h.

O horário de saída do passeio geralmente é às 9h30min e o de retorno às 13h e sempre é realizado de lancha. Comidas e bebidas não estão inclusas, portanto, o turista deve se programar (tomar um café da manhã antes ou levar algo para consumir).

O ideal é que não se consuma nada muito pesado, devido ao calor, à exposição ao sol durante um longo período e pelo passeio ser realizado de lancha. Além disso, o turista deve tomar uma série de outras precauções:

  • Imprescindível usar protetor solar, óculos escuros e boné, também devido ao tempo de duração e da alta exposição ao sol. Os níveis de raios ultravioleta, aumentam ao longo do ano conforme chega a primavera e o verão.

  • Nos primeiros meses em que o passeio ocorre (julho e agosto) há pouca incidência de raios UV. Em setembro, na chegada da primavera, a incidência aumenta. De qualquer forma, o ideal é manter os cuidados sempre.

  • Caso você se enjoe fácil, o ideal é levar um medicamento para evitá-lo. É sugerido que o turista tome cerca de uma hora antes do passeio, para o remédio fazer efeito, mas claro, isso varia conforme cada organismo. Em caso de dúvidas consulte o seu médico.

  • O turista que irá ao passeio, provavelmente levará um telefone celular ou câmera, para registrar o momento. Neste caso, leve um protetor para este tipo de equipamento, para evitar qualquer acidente que possa danificá-lo.

Em Morro de São Paulo, há diversas lojas espalhadas pelas praias, que além de vender roupas e outros materiais com “a marca da ilha”, também comercializam capinhas para celular. O produto também é encontrado com ambulantes.


Passeio para Observacao Baleia Jubarte
Passeio para Observação - Baleia Jubarte

Instituto Baleia Jubarte

Em 1996, a organização foi criada para além de proteger as Baleias Jubarte, assim como outros animais marinhos. Além disso, a instituição promove a preservação do meio ambiente e o crescimento sustentável.

O Instituto Baleia Jubarte faz parte de diversos coletivos que trabalham com o meio ambiente, por exemplo, o Conselho da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica e o Fórum para a Conservação do Mar Patagônico.

Para poder fazer os passeios de observação das Baleias Jubarte, é preciso ter registro de Observador Credenciado junto a Comissão Internacional da Baleia e a Convenção para a Conservação de Espécies Migratórias.

Além do trabalho de proteção às baleias Jubarte, conta com dois projetos:

Boto Cinza

Este animal, por ser considerado generalista dentro da cadeia alimentar, é fundamental para os locais que habita. O trabalho de conscientização com pescadores e demais pessoas que trabalham com embarcações é essencial.

Outras questões como reprodução lenta e acesso limitado a águas com pouca profundidade, colocam este animal em vulnerabilidade constante. Com exceção da costa gaúcha, o boto cinza está presente em todo o litoral brasileiro.

Conservação da Toninha

Desenvolvido junto a consultoria Braço Social e o Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (FUNBIO), tem como foco a conscientização e o combate à captura de toninhas.

Para o projeto ganhar força, foram realizadas, entre os anos de 2017 e 2020, diversas ações, contando com o apoio de pescadores. A toninha está presente em seis estados brasileiros (ES, SP, RJ, SC e RS).

O passeio de observação à Baleia Jubarte em Morro de São Paulo é uma experiência única e diferente que vale a pena vivenciar. Mas além dos passeios pagos em Morro existem outros totalmente gratuitos. Confira 7 atividades que pode fazer de graça na nossa ilha e aproveite ao máximo sua visita.

202 visualizações0 comentário

Morro de São Paulo

Saiba o que fazer, onde se hospedar e onde comer na Segunda Praia de Morro de São Paulo, a prai...

Segunda Praia de Morro de São Paulo: veja por que você dev...

Morro de São Paulo

A Primeira Praia de Morro de São Paulo tem suas peculiaridades, assim como as demais praias que...

Primeira Praia: saiba tudo sobre essa localização em Morro...

Morro de São Paulo

Saiba como é a Praia de Garapuá, o que fazer por lá, opções de restaurantes, hospedagens e outr...

Praia de Garapuá: Um dos lugares imperdíveis da Ilha de Ti...
MORRO DE SÃO PAULO
ESTÁ ESPERANDO POR VOCÊ

Reserve sua viajem de Catamarã
agora mesmo.

202 visualizações

0 curtidas

0 comentário

Baleia Jubarte em Morro de São Paulo: turismo de observação!

15/02/22